Últimas Notícias

Santuário

Estado

Nacional

Procurador do Municipio explica situação do bloqueio do Fundef

Redação Canindé On-line - às 11:54 - 10/12/2016

Foto/Arquivo Canindé On-line
Em entrevista à Rádio São Francisco, o Procurador do Município de Canindé, José Maria, informou que a decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) de bloquear os recursos do Fundef, tem legalidade para Canindé, ao contrário do que comentavam algumas pessoas de que a decisão não tinha efeito. “Os municípios que se julgam prejudicados, e a própria APRECE, podem ajuizar uma ação na Fazenda Pública, no sentido de destituir a decisão que bloqueia o recurso”, disse o procurador.

Questionado sobre o posicionamento do município para o pagamento dos professores, o advogado disse que a gestão tem a intenção de fazer o rateio, mas obedecendo os trâmites legais, que seria os descontos previdenciário e da receita federal.

“Nós não vamos fazer essa distribuição de maneira afrontada, para que posteriormente o prefeito venha sofrer sanções, inclusive de desmandos administrativos”, explicou o advogado.

Segundo ainda o procurador, as medidas não teria nenhum prejuízo para os servidores, seria da mesma forma que os trabalhadores recebem seus salários. Por outro lado, os sindicatos que representam os professores denunciam um desconto que seria abusivo de 37,5% no pagamento de cada servidor. 
 
Copyright © 2011 - 2016 Canindé On-line - Nosso Foco é Política
Grupo Canindé de Comunicação - GCCOM