Últimas Notícias

Santuário

Estado

Nacional

Reunião em Canindé discute problemas da adutora do General Sampaio

Publicado em 15/02/20017 - às 08:23
Buscando encontrar saídas para a crise hídrica que se instalou na Bacia do Curu, com os constantes problemas de vazamento na adutora que abastece as cidades de Canindé e Caridade no Sertão Central, a prefeita de Canindé Rozário Ximenes, coordenou uma reunião em seu Gabinete com a presença do Deputado João Jaime e de técnicos da Cagece, Companhia de Gestão de Recursos Hídricos – COGERH, Prefeitura de Caridade, Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, Sinduágua, Câmara de Vereadores de Canindé e Caridade e representantes de Associações Comunitárias que são beneficiadas com as águas da adutora de engate rápido num percurso de 53 quilômetros.

Durante o encontro, muitas discussões no sentido de se encontrar um plano para solucionar de vez a questão que atormenta todos os dias moradores das duas cidades.

O Deputado João Jaime criticou a péssima qualidade dos canos que foram colocados na adutora. ‘’ Precisamos melhorar o atendimento da água que o povo de Canindé consome’’. Do jeito que se encontra é que não pode continuar’’.

‘’Somos usuários da água bruta que chega ao Saae. Com ação da Cogerh, Cagece, Saae, Prefeituras conjuntamente, estamos aprendendo a construirmos uma solução compartilhada. O plano de operação terá todo o meu apoio. Não iremos deixar que a população seja penalizada com essa situação’’, enfatizou Rozário Ximenes.

Uma reunião na próxima sexta-feira às 9h na sede da Cagece de São Domingos em Caridade, irá definir como será montada a operação de guerra no combate ao desperdício de água.

Atualmente o Saae de Canindé, utiliza 85% das águas do General, a Cagece 10% e o Sisar 5%. Atualmente 46. 875 pessoas dependem da água do Saae em Canindé e 11.523 moradores da água da Cagece em Caridade.

Assessoria de Comunicação Social
Fotos/Antonio Carlos Alves
 
Copyright © 2011 - 2016 Canindé On-line - Nosso Foco é Política
Grupo Canindé de Comunicação - GCCOM