Pacientes estão morrendo à espera de leitos de UTI e verbas da saúde estão indo para campanhas eleitorais

Verbas da saúde estão indo para campanhas eleitorais

Por Canindé Online 14/01/2018 - 20:22 hs
Foto: Foto: José Wagner / Governo do Ceará
Pacientes estão morrendo à espera de leitos de UTI e verbas da saúde estão indo para campanhas eleitorais
Secretário de Saúde do Ceará, Henrique Javi

Os hospitais geridos pelo Governo do Estado enfrentam diversos problemas, mas um dos mais graves é a falta de Unidade de Tratamento Intensivo. Paciente com algum tipo de trauma e precisa de uma unidade tem que recorrer a uma vaga nos hospitais terciários, mas mesmo assim a pequena quantidade de leitos existente não é suficiente para atender a população do estado que padece nos corredores dos grandes hospitais de Fortaleza e na filia de espera por leito nos hospitais do interior.

O governador Camilo Santana assim como na segurança pública diz ter investido muito na área da saúde, mas a população ainda não sentiu melhorias. O estado do Ceará é um dos piores do Brasil em Saúde Pública. 

 Segundo matéria do Estadão, o Ceará e o Espírito Ceará e Espírito Santo são os que mais perdem verbas de saúde e educação para campanhas. Todos os 26 Estados e o Distrito Federal tiveram um remanejamento padrão de verbas para composição do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC): R$ 48,7 milhões das emendas impositivas de bancada. Mas apenas no Ceará e no Espírito Santo o valor saiu integralmente dessas áreas do “orçamento social” para as despesas eleitorais.

No Ceará, os R$ 48,7 milhões recursos seriam destinados à compra de materiais para hospitais. Seriam, pois a população ainda deve continuar pagando o pato por ter gestores incompetentes governando o estado do Ceará.


Leia a matéria do Estadão