Em manifestação, INSS de Canindé é ocupado por mulheres do campo e da cidade

Por Canindé Online 10/03/2018 - 09:04 hs

Mulheres de Canindé e região ocuparam por mais de uma hora a sede da Agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Canindé. A ação aconteceu na manhã de quinta-feira (8), por ocasião do Dia Internacional da Mulher. 

O órgão federal foi ocupado por falta de atendimento de médicos peritos, que há meses vem prejudicando aos trabalhadores (a) do campo e da cidade dos municípios da região de Canindé.

O movimento contou também com a participação de homens e principalmente da juventude.

A mobilização que marca a luta por outras reivindicações como segurança e políticas públicas para as mulheres, teve início as 8h30 na sede do sindicato rural de Canindé e só terminou às 11h, na sede do INSSS, após uma reunião entre os funcionários da Agência e a comissão que representa os trabalhadores (a). 

De acordo com a Organização do movimento, foi marcada uma audiência com a Gerencia do INSS Estadual em Fortaleza para o próximo dia (12), quando será deliberado sobre a pauta de reivindicações da mobilização dos trabalhadores.

O movimento foi liderado pelo sindicato rural de Canindé com o apoio dos sindicatos dos municípios da região, Sindsec, MST, Escola do Campo de Canindé.